Pages

sexta-feira, 21 de março de 2014

7. Muitas mães sentem como se estivessem abandonando o filho. Como lidar com a culpa?

7. Muitas mães sentem como se estivessem abandonando o filho. Como lidar com a culpa?
"A culpa é quase inevitável porque a mãe se sente responsável e sabe quando é necessária para o bebê. O que ela pode fazer, no entanto, é controlar e minimizar esse sentimento. O bebê pode ficar angustiado com a despedida, mas aos poucos ele entende que a mãe vai, mas volta. Saber que a criança consegue se adaptar sem ser prejudicado ajuda a mãe a ficar tranquila e menos culpada", explica Eliana de Felice, doutora em psicologia e professora da Universidade Mackenzie, de São Paulo.
"Não consegui voltar a trabalhar exatamente por causa da culpa. Quero acompanhar meu filho ao máximo agora. Sei que um dia vou ter que retomar minha carreira, mas vou esperar um pouco. Sinto que não estou preparada", conta Ligia Castro, relações-públicas e mãe de Davi, 9 meses. Fernanda Albuquerque e Silva, assessora de imprensa e mãe de Giulia, 1 ano e meio, explica que ainda não sabe se agiu certo. "Até hoje, me questiono se fiz a escolha certa. Como meu salário é pequeno e ainda tenho que bancar a escolinha dela, que é quase metade do que ganho, eu e meu marido vivemos pensando se compensa transferir a responsabilidade de educá-la para outras pessoas por tão pouco retorno financeiro. Acho que não posso pensar apenas no dinheiro, e sim como trabalhar me faz bem - me sinto útil, ocupada - e para ela também, se socializando, ficando independente", acredita Fernanda.
Apesar de a culpa ser um sentimento comum nesse período de adaptação, felizmente não atinge todas as mulheres.

Leite: continue amamentando

8. Como tirar e armazenar o leite?
De acordo com o Ministério da Saúde, mais de 34% das mães brasileiras que voltam ao trabalho deixam de amamentar. Você pode continuar amamentando mesmo trabalhando fora. "Tire o leite com a bombinha e guarde na geladeira por até 24 horas. Lembre-se de que a mamadeira deve estar bem limpa", orienta Luiz Fernando Leite, obstetra do Hospital e Maternidade Santa Joana, de São Paulo.

9. Quantas vezes por dia a mulher deve tirar o leite?
O ginecologista e obstetra Luiz Fernando Leite explica que "a quantidade de leite varia de uma mulher para outra. O importante é não ter um intervalo maior do que quatro horas entre as ordenhas".

11. O que fazer para proteger os seios e não vazar leite no trabalho?
Voltar à rotina quando ainda está amamentando exige alguns cuidados. As conchas de proteção para os seios são necessárias para evitar que vaze leite, manche a blusa e faça você passar por aquele aperto bem na hora da reunião. "Quando voltei a trabalhar, corria para casa para amamentar e tinha sempre à mão a bomba para tirar leite. Usava as conchas de proteção e várias vezes, quando atrasava para amamentar, até esse acessório acabava vazando. Passava o maior aperto, vivia fedendo a azedo", conta, divertindo-se, Letícia Pedercini Issa, empresária, blogueira e mãe do Marcelo e do Gabriel. "Para não ficar vazando enquanto eu estava fora de casa, tirava o máximo de leite que conseguia com a bombinha e deixava para o bebê mamar durante o dia. Às vezes, ainda ficava vazando um pouco, mas eu usava absorvente nos seios para evitar constrangimentos na rua", conta Fernanda Albuquerque e Silva, assessora de imprensa e mãe da Giulia, 1 ano e meio.

Mãe: você e seu corpo

1 comentários:

Laçarote disse...

Bom dia!
peço gentilmente excluir meu nome e minha entrevista dessa sua postagem. Trata-se de uma publicação não autorizada.
Atenciosamente,
Letícia Pedercini Issa

Postar um comentário